top of page
Buscar
  • Dra. Stefany Bomm

Ir ao dentista é qualidade de vida!

Você sabia que ir com frequência ao seu dentista, vai te proporcionar maior qualidade de vida?



Prevenção de doenças

Manter uma rotina de consultas regulares ao dentista e praticar a higiene bucal diariamente são medidas de extrema importância. Além dos aspectos estéticos, é crucial destacar que diversos problemas de saúde podem surgir na cavidade oral ou serem exacerbados devido à negligência na saúde bucal.


Um exemplo notável é o diabetes mellitus, que pode causar desconforto significativo em indivíduos que sofrem d


e gengivite ou periodontite. Estudos indicam que isso ocorre devido à capacidade reduzida dos portadores de diabetes de combater infecções bacterianas.


Manter uma boa higiene bucal e realizar consultas periódicas ao dentista também pode prevenir a gengivite e a periodontite em si, condições que frequentemente causam desconforto. Portanto, investir nesses cuidados diários é altamente recomendado.


Melhora das interações sociais

A saúde bucal tem implicações significativas nas interações sociais de um indivíduo. Uma boca malcuidada, com ausência de dentes ou apresentando irregularidades estéticas, pode criar uma má impressão, prejudicando a imagem de alguém que não dá a devida atenção a essa questão.



Assim, a falta de higiene e cuidado bucal pode afetar tanto relações profissionais quanto românticas, uma vez que a aparência do indivíduo desempenha um papel relevante em ambos os contextos.



Aprimoramento da autoestima



Manter a saúde bucal adequada pode ter um impacto substancial na autoestima. A boca desempenha um papel crucial na estética facial, tornando sua integridade fundamental para a autoimagem e a autoaceitação do indivíduo.


A perda de dentes, por exemplo, pode ter sérias repercussões na autoestima, independentemente da idade. O sorriso é uma expressão de emoções positivas, e mudanças drásticas, como a perda de dentes, podem afetar significativamente a capacidade de expressá-las. Consequentemente, a autoestima da pessoa pode sofrer uma deterioração progressiva.




Outra consequência da falta de cuidado com a saúde bucal pode ser o mau hálito, uma condição muitas vezes originada devido a uma higiene bucal inadequada ou ausente. Isso pode resultar em odores desagradáveis, causando desconforto e embaraço para aqueles que enfrentam essa situação.


Saúde bucal na infância

É crucial


enfatizar a importância do cuidado com a saúde bucal desde a infância, mesmo durante a fase de dentição primária. Manter uma higiene bucal adequada nesse período evita a proliferação de bactérias causadoras de cárie, que podem causar problemas mais sérios quando os dentes permanentes surgirem.


Além disso, é relevante observar que, em algumas situações, a correção ortodôntica pode ser realizada de maneira mais eficiente durante a infância. Isso ocorre porque o crânio ainda não está completamente desenvolvido e os ossos estão menos calcificados, permitindo maior mobilidade dentária quando necessário.


Saúde bucal

na terceira idade


Cuidar da saúde bucal é de extrema importância durante a terceira idade. Nessa fase da vida, é comum ocorrer um enfraquecimento natural de várias partes do corpo, incluindo os dentes. Portanto, negligenciar a saúde bucal pode ter um impacto significativo na autoestima dos idosos.


É frequente que os idosos também enfrentem doenças crônicas, como diabetes, exigindo cuidados adicionais para prevenir gengivites e periodontites.


Dedicar atenção adequada à saúde bucal pode melhorar consideravelmente a qualidade de vida na terceira idade.






4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page